Identidade Artística, a parte inexplicável do artista
Outubro 2020

Exposição

"Não existe uma perfeita ou comparativa, tudo é arte ao meu ver. Tento transmitir em minhas obras a emoção e o sentimento dependo do estado e espírito, não dou sempre nomes às minhas telas porque não tenho de explicar sempre. Deixo esta sempre para os apreciadores de arte e os futuros proprietários. A arte é incógnita, o que eu poderei sentir sobre uma tela não é mesma coisa que uma outra pessoa poderá ressentir, é sempre um diálogo profundo entre a tela e o ser."

- Eduardo Messo

Artista

Eduardo Zabila Messo nasceu em 14 de outubro de 1989, Angola - Luanda. Tem o ensino médio completo em Ciências Sociais, e é amante de arte desde 2005. É praticante de Capoeira na escola Abada-capoeira, e é grande amante de Hungo. Autodidata nas artes plásticas desde 2018,  tem agora três obras no Concurso de Arte Internacional (Concours D’art International) artcertificate 2020.

Arquitectos

Céu de Creusa de Sousa Amorim, nasceu em Angola - Malanje aos 25 de Abril de 1997. Filha de um casal jovem, é educada de uma forma a ser independente e a lutar pra ter o que quer, e não aceitar nada de mão beijada. Estudou em várias escolas como: Pitabel, São José de Cluny, Ngola Nzinga e Instituto Médio Industrial de Luanda. Actualmente estuda na Universidade Lusíada de Angola, no último de Arquitectura.

Sílvio Renato de Paula Primeira, nasceu no dia 19 de Abril de 1991, em Luanda-Angola. Tem o ensino médio completo de desenhador projetista e técnico de obra pelo Colégio Jacimar. É formado em Arquitetura Tecnológica pela Universidade Técnica de Voronezh-Rússia, tendo estudado até o 3 ano na Universidade de Kiev-Ucrânia. Desde muito cedo, sempre manifestou interesse pelas artes, em especial pela fotografia, pela música e pelo desenho artístico. Logo depois foi desenvolvendo a paixão pela Arquitetura, que o fez decidir tê-la como profissão. Agora já formado, pretende poder desenvolver modelos arquitetónicos de casas funcionais e imediatas, a par da dinâmica da cidade de Luanda, para jovens que pretendem começar a vida de maneira simples e funcional: “Visto que nos dias de hoje a maior dificuldade dos jovens é ter um teto.”