Amor Fati
Dezembro 2020

Exposição

É uma expressão em latim que literalmente significa "amor ao destino". Uma expressão muito ligada ao estoicismo, uma filosofia helenística que ensina que as emoções destrutivas resultavam em erros de julgamento, uma filosofia mais encarada como um modo de viver e não como uma atividade meramente intelectual.
Amor Fati tanto no estoicismo como na filosofia de Nietzche, significa ou trata-se da aceitação integral da vida e do destino humano mesmo nos seus aspectos mais cruéis e dolorosos, aceitação que só um espírito superior é capaz.
É nesta filosofia de vida que se insere Hiara Guerra, protagonista desta exposição que tem como foco mostrar como este modus vivendi influenciou o seu processo criativo, assim como a evolução da artista de uma "edgy teenager" a uma pessoa espiritualmente mais em sintonia consigo mesma e com o universo.
Embarque nesta curta jornada de 8 obras, sendo o número 8 de grande importância para a artista pela sua simbologia e relação com o destino, e terá um pequeno vislumbre da mente de Hiara.

"Não querer nada diferente do que é, nem do futuro, nem do passado, nem por toda a eternidade. Não só suportar o que é necessário, mas amá-lo" 
- Friedrich Nietzche

Artista

Hiara Guerra, angolana de 93. Mãe moçambicana, pai angolano. Nasceu em Luanda, na Ilha de Luanda, filha de Kianda. Desde cedo mostrou grande interesse pela arte, inspirada pelos passatempos e ofícios da sua avó. Aos 12 anos, numa viagem à Portugal, descobre a arte com outros olhos, agora como maneira de expressão e identidade. Encanta-se especialmente com o estilo Manuelino Renascentista da Quinta da Regaleira em Sintra. Nasce uma paixão pelo misticismo e esoterismo que dão personalidade à Quinta.

Arquitectos

Roberto Silva,  formado em arquitetura pela Universidade Lusíada de Lisboa. Participou em diversas atividades tais como o workshop "Arquitetura e Saúde Mental" em Beja, e na exposição "O Processo: 12 casas de e 12 casas para Alberto Campo Baeza" no MAAT. Recentemente tem trabalhado no Baixa Atelier de Arquitetura, assim como em outros projetos.  Tem um gosto por todas as artes mas principalmente uma grande paixão por cinema, o que acaba sempre por influenciar o seu processo criativo arquitetônico e na necessidade de criar espaços dramáticos.